A Senda da Luz Infinita


28 Aug
28Aug

Quando em nossas medicinas, sinto que precisamos incluir a oração para si próprio antes de qualquer oração para outros. Nós precisamos muito de oração a fim de que não nos percamos no caminho.

Em minhas orações, clamo a cada Elemento da Natureza para conectar-me à subjetividade intrínseca de cada um.  Assim me existo e me constituo:

Pachamama é minha Mãe e através dela mantenho a conexão com todos os seres visíveis e invisíveis (e aqui já estão incluídos os ancestrais e os descendentes) que por aqui circulam. Meu Avô Ar é a minha poesia que me leva aos campos cósmicos e a toda a criação consciente e inconsciente. Minha Avó Água, onde reside a inspiração das minhas emoções e sentimentos...aqui eu limpo minha fonte pessoal para alcançar a Fonte original e usufruir da bebida celestial. E meu Avô Fogo, soberano com seu veículo, a Serpente Sagrada, o exclusivo DNA cósmico, espaço onde oro para que esse DNA possa abençoar nossa Vida e a nossa Sexualidade aqui na terra. Em Gaia.


Paz e bem.



Comentários
* O e-mail não será publicado no site.